Principais acontecimentos em Westeros por ordem cronológica

Nota: Esta ordem cronológica dos principais acontecimentos de Westeros, usa números negativos em todos os factos acontecidos antes do desembarque de Aegon em Westeros

Era da Aurora (mais de -12.000 anos) Na Era da Aurora, westeros era habitado pelas Crianças da Floresta (povo parecido com fadas) e possivelmente por gigantes no Norte.

Chegada dos Os Primeiros Homens (cerca -12,000) Os Primeiros Homens chegam a Westeros vindos do continente do leste, através de uma ponte de terra que ligava os dois continentes. Os Primeiros Homens trazem consigo o bronze, escudos de cabedal e cavalos. Depois de guerras iniciais, que incluiu a destruição da ponte de terra, eles fazem as pazes com as Crianças da Floresta, assinando um Pacto na Ilha das Caras, o que traz quatro mil anos de paz em Westeros. Os Primeiros Homens adoptam os deuses das Crianças, os deuses sem nome da floresta. A Fortaleza de Fosso Cailin é construída aproximadamente em -10,000

A Longa Noite (Era dos Hérois) (cerca de -8000) No tempo de um terrível inverno que parece que durou uma geração, uma demoníaca raça chamada de Outros invadiu a partir do norte e quase matou todos os habitantes de Westeros. Os Outros foram finalmente derrotados na Guerra para a Aurora por uma aliança de homens bramindo fogo e armas feitas de obisiana liderados por um grande herói, que na tradição do leste é chamado de Azhor Ahai, que usava uma grande espada mágica de fogo, Luminífera. Esta é a altura que a Muralha é construída, uma gigantesca fortificação no norte do continente para proteger os homens das ameaças do norte. A Patrulha da Noite é criada para guarnecer e guardar a Muralha. De acordo com outras lendas, é também quando o castelo de Ponta Tempestade é construído no sul. E o arquitecto da Muralha, (Bran, o Construtor) construí Winterfell e tornar-se no primeiro Rei do Norte.

Depois de -8,000 O Décimo terceiro Senhor Comandante da Patrulha da Noite é seduzido por uma selvagem, e torna-se no Rei da Noite, com a Patrulha a servir como o seu exército pessoal. Os Stark de Winterfell e o Rei-para-lá-da-Muralha Joramun, juntam as suas forças para derrotar-lho e restaurar a honra da Patrulha. Esta também pode ser a altura que Joramun encontra o Corno do Inverno, que é dito que tem o poder de acordar os gigantes da terra.

Cerca de -6,000 Sete seres sagrados aparacem na Colinas de Ândalos no continente do leste, aparentemente reencarnações de um Deus supremo. As pessoas das colinas começam a crentes nesses sete seres. Os Ândalos, como eles ficam conhecidos, invadem Westeros com armas de ferro e a nova religião a Fé dos Sete. Eles lutam tanto com os Primeiros Homens e com as Crianças da Floresta, eles conseguem matar todos as Crianças a sul da Muralha. Depois de séculos a lutar os Ândalos conseguem estabelecer seis reinos no sul, enquanto que no norte permanece nas mãos dos Primeiros Homens, muito devido ao estratégico forte de Fosso Cailin, que resistiu a múltiplos ataques.

Cerca de -5,000 Os pastores da terras de Valíria no continete do Leste descobrem ninhos de dragões nas Quatorze Chamas, um grande anel de vulcões que atravessava a península de Valíria. Eles depois domaram os dragões e criaram um grande império, destruído o seu grande rival no leste, Ghis, depois de cinco grandes guerras. Cerca de -1,700 Um guerreiro de Dorne forja uma grande e poderosa espada a partir de um meteorito. A espada, Amanhecer, torna-se no melhor na melhor relíquia da Casa Dayne. O nome do castelo dos Dayne, Tombastella é em homenagem a esse facto.

Cerca de -1000 A Cidade Franca de Valíria expandiu-se lentamente para este o que causou conflitos com a cidades Roinares que estava situadas nas margens do grande rio Roine. Príncipe Garin, o Grande junta um exército de um quarto de milhão de homens para se opor aos Valirianos, mas falha completamente. Nymeria, uma princesa de uma cidade Roinar, evacua os sobreviventes da guerra de Garin, mulheres e crianças em dez mil barcos e atravessam o mar estreito e desembarcam em Dorne. Fazendo uma aliança com o Lorde Mors Martell, os Roinares unificam Dorne sobre o domínio de Lançasolar e estabelecem a Casa Martell como a casa reinante de Dorne. Mors adopta o título Príncipe em vez de Rei, de acordo com as tradições Roinares. Os Roinares também trouxeram o costume de ser o primogénito fosse ele do sexo masculino ou feminino, que iria governar. Esses costumes não são adoptados fora de Dorne. A unificação de Dorne sobre a liderança de Nymeria e Mors levam a novos conflitos com os Reinos da Tempestades e da Campina.

Cerca de -500 Valíria conquista a maior parte da zona onde são agora as Cidades Livres. Uma seita religiosa, chamada de Cantores da Lua, levam muitos milhares de refugiados para para uma remota lagoa protegida por um circulo de montanhas e nevoeiros, e lá fundam a Cidade Secreta de Bravos. Ele depois constroem o Titã de Bravos, uma grande estátua que também serve como uma fortificação defensiva.

Cerca de -200 A Cidade Franca de Valíria anexa a ilha de Pedra Dragão, que se situa no mar estreito entre as cidades do leste e Westeros. Uma família nobre valíriana, os Targaryen ficam com o controlo da ilha.

Cerca de -100 Acontece a Perdição de Valírira. A natureza dela é desconhecida, salvo que envolveu uma intensa actividade vulcânica. A península Valíriana fragmenta-se e a cidade é quase completamente destruída. Os dragões de Valíria morrem todos. O império fragmenta-se, as cidades da costa leste tornam-se independentes, chamando as elas próprias as Cidades Livres. Bravos revela-se as outras cidades, tornando-se na mais poderosa cidade muito devido a sua enorme armada e poder económico. As cidades da Baia dos Escravos ficam outra vez independentes, e a cidade de Ghis recomeça a ganhar o seu poder. Os guerreiros nómadas das vastas planícies do leste tornam-se mais ousados com a queda de Valíria e a sua tribo dominante, os Dothraki, começam a saquear as terras dos arredores. Os Targaryen ficam a salvo na Pedra Dragão, eles são os guardiões dos últimos três dragões.

1 – O Desembarque de Aegon – A Guerra da Conquista Dois séculos depois da perdição de Valíria, Aegon Targaryen invade, subjuga e une seis dos Sete Reinos de Westeros sobre o su domínio e construe uma nova capital no local onde desembarcou, a cidade irá se chamar de Porto Real. Ele não consegue conquistar Dorne e deixa que eles se mantenham independentes. Com a morte do ultimo Rei da Tempestade, Argilac, o Arrogante e a morte do último Rei da Campina, o controlo de Ponta Tempestade passa para o irmão bastardo de Aegon, Orys Baratheon, e Jardim de Cima passa para o controlo do Lorde Harlen Tyrell. Edmyn Tully de Correrrio é nomeado como Lorde do Tridente, Vickon Greyjoy torna-se no Lorde das Ilhas de Ferro e o Torrhen Stark torna-se no Lorde do Norte.

37 Após a morte de Aegon, a Fé dos Sete revolta-se contra os Targaryen. Aenys I ordena ao seu irmão e herdeiro, Maegor para lidar com a crise.

48 Morte do Rei Maegor, o Cruel. O Rei Jaeherys I termina com a rebelião através da diplomacia, prometendo amnistia se a Fé Militante de extingue-se. Eles concordaram. Jaeherys passa a ser conhecido como o “Conciliador”

. 129-131 A Dança dos Dragões, a primeira grande guerra civil de Westeros, entre Aegon II e a sua meia irmã Rhaenyra para o controlo do Trono de Ferro. Muitos ramos menores da Casa Targaryen e quase todos os seus dragões são extintos durante o conflito. Depois da morte de Rhaenyra, a guerra continua no nome do seu filho Aegon. Quando Aegon II morre sem aviso, a guerra termina com Aegon III a ser coroado. O Último dragão morre no seu reinado. O dragão deixa três ovos, mas os Targaryen não os conseguem encubar.

157-161 O reinado do Rei Daeron I, o Jovem Dragão, que conquistou Dorne, mas não o consegue manter. Quarenta mil morrem durante a guerra. O irmão de Daeron, Baelor I, é que faz as pazes com Dorne por andar descalço no Caminho dos Ossos e salvar o seu primo Aemon, o Cavaleiro Dragão de um buraco de víboras.

161-171 O reinado de Baelor, o Abençoado, septão e rei. Baelor construí o Grande Septo de Porto Real, que depois é chamado de Grande Septo de Baelor. Baelor tranca as suas irmãs, numa torre na Fortaleza Vermelha, para que a vista delas não tentasse a ter pensamentos carnais. Apesar disso, a sua irmã Daena, a Desafiante teve um caso com o seu primo Aegon (mais tarde Aegon IV) e dá a luz um filho bastardo, Daemon Blackfyre.

Cerca de 170 O Príncipe Daeron, segundo primo de Baelor I, e a Princesa Myriah Martell de Dorne casam-se e têm o seu primo filho, Príncipe Baelor.

172-184 Reinado de Aegon IV, o Indigno. No seu leito de morte Aegon legitima os seus “Grandes Bastardos”: Daemon Blackfyre, Aegor Rivers, Brynden Rivers e Shiera Seastar. Ele é sucedido pelo seu filho Daeron II, mas a sua legitimidade é posta em causa devido ao relancionamento proximo da dua mãe com Aemon, o Cavaleiro Dragão.

195-196 A rebelião Blackfyre começa, que termina na Batalha do Campo da Erva Vermelha. Daemon Blackfyre é morto por Bloodraven (Brynden Rivers), mas vários dos seus filhos fogem para as Cidades Livres com o Biterstell.

197 Dorne junta-se formalmente aos Sete Reinos através do casamento da irmã de Daeron II com o Príncipe Moran Martell. 209 Os eventos do livro “The Hedge Knight” tomam lugar. O Príncipe Baelor Targaryen, o herdeiro do trono, é morto num acidente num torneio. Poucos meses depois, o rei Daeron II e os dois filhos de Baelor morrem durante a Doença da Grande Primavera. O segundo filho de Daeron II, Aerys I torna-se rei. O sobrinho do rei Baelor, Aegon torna-se escudeiro do Hedge Knight, Ser Duncan, o Alto na esperança de melhorar a sua coragem e temperamento.

Cerca de 211 Os eventos do livro “The Sworn Sword” tomam lugar. As Casas Weber e Osgrey da Campina tornam-se aliadas. Nessa altura Bloodraven torna-se Mão do Rei, o que zanga o Príncipe Maekar, irmão de Aerys e do falecido Baelor.

221-233 O Reinado do Rei Maekar I. Durante o seu reinado, o seu filho mais velho, Daeron, morre de varicela e o seu segundo filho, Aerion, morre depois de beber fogovivo. O seu terceiro filho, Aemon viaja para Vilavelha para se tornar um meistre. Maekar morre em batalha a lutar contra um rei fora-da-lei. Mas o Aemon recusa a coroa e retira-se para a Muralha. O Príncipe Aegon torna-se no rei e assume o título de Aegon V, o Improvável porque ele é o quarto filho do quarto filho. Bloodraven é exilado para a Muralha, onde depois torna-se no Senhor Comandante.

Cerca de 255-260 A Guerra dos Reis de Nove Dinheiros começa quando o Bando dos Nove, incluindo Maelys Blackfyre, conquista a Cidade Livre de Tyrosh e os Degraus antes de organizarem um ataque aos Sete Reinos. Barristan Selmy mata Maelys. Brynden Tully distingue-se na guerra.

259-262 A tragédia de Solar Estival. O palácio de verão dos Targaryen arde completamente. O Rei Aegon V e muitos outros morrem no incêndio. O príncipe Rhaegar Targaryen nasce da relação de príncipe Aerys e a sua irmã e esposa Rhaella. Jaeherys II sucede a Aegon mas morre poucos anos depois. Aerys II torna-se rei, e nomeia o jovem Tywin Lannister como sua Mão.

Cerca de 270-280 O Rei Aerys despreza a oferta de Tywin Lannister de casar a sua filha Cersei com o Príncipe Rhaegar, e em vez disso casa-o com Elia Martell de Dorne. O Desafio de Duskendale toma lugar quando a Casa Darklyn recusa pagar os impostos ao Trono de Ferro. Aerys, ansioso por resolver a situação por si próprio, é tomado como prisioneiro. Duskendale é sitiada por seis meses até que Barristan Selmy consegue libertar o rei. A Casa Darklyn é detruida e a Casa Rykker toma controlo da cidade. É dito que foi aqui quando o rei Aerys começou a crescer na sua loucura. Por volta desta altura o Príncipe Rhaegar começa a trocar de correspodencia com o Meistre Aemon, e pondera se ele próprio é o “Príncipe que foi prometido”, que irá renascer para lutar contra a grande escuridão. Mais tarde eles concluem que é no facto o filho bebé de Rhaegar, Aegon.

281 O Ano da Falsa Primavera. Derrota da Irmandade da Mata Real por um grupo de cavaleiros comandados por um destacamento da Guarda Real. Arthur Dayne mata o líder da Irmandade. Jaime Lannister destinge-se em batalha e é nomeado como cavaleiro. o Lorde Whent organiza um grande torneio em Harrenhal, onde o Príncipe Rhaegar destinge-se, e nomea Lyanna Stark (prometida em casamento à Robert Baratheon) como Rainha do Amor e da Beleza em vez da sua mulher. Eddard Stark conhece e torna-se amigo de Howland Reed de Atalaia da Água Cinzenta. Jaime torna-se num membro da Guarda Real e é deserdado pelo seu pai. Tywin Lannister demite-se de Mão do Rei e volta para Rochedo Casterly em forma de protesto.

282-283 – A Rebelião de Robert Rhaegar Targaryen rapta Lyanna Stark de Porto Real. O irmão e o pai de Lyanna exigem que Aerys discipline o seu filho, mas em vez disso o Rei Louco mata a ambos. Eddard Stark e Robert Baratheon e o mentor deles, Jon Arryn começam uma rebelião. Robert reclama o trono atraves da sua descendencia do seu bisavô, Aegon V. A rebelião também é chamada da Guerra do Usurpador, começa. Hoster Tully aceita juntar-se a rebelião. Os Tyrell continuam leais ao rei e cercam o castelo de Robert, Ponta Tempestade, que era defendido pelo seu irmão Stannis. O Mão do Rei, Jon Connington, é derrotado na Batalha das Campainhas e é mandado em exílio para as Cidades Livres. O exército rebelde derrota o exército do rei na Batalha do Tridente, onde Robert mata o Príncipe Rhaegar. Os Lannister aparentemente marcham em ajuda ao Rei Aerys em Porto Real, mas em vez disso voltam-se contra ele e saqueiam a cidade. O Rei Aerys é morto por Jaime Lannister, membro da sua Guarda Real. A Pricesa Elia Martell e os seus filhos Aegon e Rhaenys são brutalmente assassinados por homens dos Lannister. Ned Stark e Howland Reed derrotam os Guarda Reais que mantêm Lyanna prisioneira, apenas para a encontrar a beira da morte. Robert torna-se no Rei dos Sete Reinos, e casa-se com Cersei Lannister. Ned volta para Winterfell com o seu filho bastardo Jon Snow. Homens leais aos Targaryen levam os dois filhos mais novos de Aerys, Viserys e Daenerys, em segurança para as Cidades Livres.

289 A Rebelião Greyjoy. Balon Greyjoy nomea-se a si próprio com Rei das Ilhas de Ferro. Ele é derrotado e dois dos seus filhos são mortos. O Rei Robert aceita a rendição e o filho de Balon, Theon torna-se num protegido e refém de Eddard Stark. 298 Os eventos das “Crónicas de Gelo e Fogo” começam. Os primeiros oito livros cobrem um período de dois anos.

FONTE:

http://livros-lars.blogspot.com/2010/02/principais-acontecimentos-em-westeros_08.html

 

Email

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


9 + = 10

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>